Produção Textual Final


A ALIANÇA: Um Legado de Robert Reid Kalley? Aspectos Históricos da Visão e Prática de Missão da ALIANÇA e seus Desdobramentos na Atualidade

Aluno:

Nancy Araújo de Lima

Banca examinadora:

1. Profa. Drª Dra. Joyce Every-Clayton – Orientadora
2. Profa. Drª Antonia Leonora van der  Meer
3. Prof. Dr. Douglas Nassif Cardoso

Data: 04 de maio de 2011 – veja resumo aqui

Resumo:

Este trabalho tem como objetivo refletir sobre a ALIANÇA, um dos grupos de igrejas evangélicas congregacionais que há no Brasil, a fim de detectar até que ponto e, em que áreas, ela pode ser descrita como legado de Robert Reid Kalley. Em 1855 KALLEY e sua esposa, Sarah Poulton Kalley, chegaram ao Brasil para desenvolver um trabalho missionário diversificado. KALLEY, no trabalho bi-ocupacional que visava assistência médica às famílias da Corte, mas principalmente entre escravos, pobres e famílias que viviam às margens da sociedade. Sarah como professora, ensinando música sacra e educação religiosa. Antes de concluir seu período de 21 anos no Brasil, KALLEY dedicou-se ao preparo de um sucessor que desse continuidade à evangelização, e à plantação de igrejas evangélicas sem cor denominacional. Em 1913 essas igrejas kalleyanas se juntaram na União das Igrejas Evangélicas Indenominacionais, e, passado um tempo, o nome foi mudado em Igrejas Evangélicas Congregacionais. Teoricamente então, a visão kalleyana perpetuou-se neste ramo do Congregacionalismo no Brasil, e em seu desenvolvimento. Diversas fases de conquistas e vitórias foram vivenciadas pela denominação quando, em 1967, houve um cisma em torno da questão da Renovação Espiritual. Foi fundada a ALIANÇA e o novo agrupamento buscou desenvolver e crescer. Todavia as dificuldades eram frequentes, pois a denominação e igrejas filiadas demoraram para trabalhar em parceria e em consonância com uma clara visão e prática de missão. Só a partir de data mais recente, percebemos mudanças neste aspecto. A presente dissertação examina aspectos históricos da visão e prática de missão da ALIANÇA, desde KALLEY a alguns de seus conhecidos líderes fundadores, chegando aos pastores atuais. O exame de textos publicados por pastores da ALIANÇA aponta para sua teologia evangélica de missão, mas ao mesmo tempo indica divergências de perspectiva quanto ao passado, e leva à conclusão de que enquanto há certas continuidades entre a visão e a prática da atualidade e as herdadas do passado, as descontinuidades fundamentais e as possíveis implicações das mesmas exigiriam sugestões e propostas novas.

Palavras chaves: Bi-ocupacional, Missão Integral, Legado, Missional, Colportagem, Parcerias, Visão.

Nancy Araújo de Lima – e-mail: nancylimara@yahoo.com.br