Produção Textual Final


Tensão no campo – O choque cultural e seus efeitos no processo de adaptação cultural: alertas e recomendações aos missionários e enviadores

Aluno:

Hamilton Pereira de Morais Filho

Banca examinadora:

1. Dra. Antonia Leonora van der Meer – orientadora
2. Dr.  Luiz Vanderley V. de Lima
3. Ms. Alcir Almeida de Souza

Data: 27 de junho de 2011 – veja resumo aqui

Resumo:

Este trabalho salienta a importância do papel dos enviadores no que diz respeito à realidade do choque cultural e do choque reverso na vida dos missionários brasileiros. De início são conceituados “estresse” e “cultura” e como afetam aqueles que trabalham em campos transculturais. No segundo capítulo é definido o choque cultural como um estado de desorientação e confusão mental e também o choque reverso, experimentado quando se retorna para o país de origem. O terceiro capítulo traz as informações colhidas na pesquisa. São 137 participantes, trabalhando em 47 países e filiados a 18 agências e juntas missionárias. Muitos disseram ter enfrentado um alto grau de estresse transcultural e desgaste pessoal. Boa parte dos entrevistados deveria rever suas atividades para que não chegasse à exaustão física e/ou emocional. No quarto e último capítulo são apresentadas sugestões aos enviadores. Por último urge que todos os envolvidos na obra missionária – candidatos, igrejas, centros de treinamento e enviadores – conheçam e desempenhem seus respectivos papéis.

e-mail: doquinha.doquinha@gmail.com

veja imagens da defesa, ocorrida na Escola de Pastores – em Niterói, RJ