Produção Textual Final


VALORES SOCIAIS E CULTURAIS BÍBLICOS NA VELHICE – Uma proposta missiológica de contornos positivos ao processo de envelhecimento populacional no contexto eclesiástico brasileiro

Aluno:

Sara Maria Silva Borges

Banca examinadora:

1. Prof. Dr. Sebastião Lúcio Guimarães – Orientador
2. Profa. Dra. Antônia Leonora van der Meer
3. Prof. Rev. Elben M. Lenz César

Data: 29 de novembro de 2011 – veja resumo aqui

Resumo:

Esta pesquisa aborda o envelhecimento da população no Brasil e no mundo. Analisa as implicações deste fenômeno para sociedade e para o idoso, e considera a responsabilidade da igreja evangélica, entidade que agrega todos os grupos etários, destacando seu compromisso em oferecer alternativas bíblicas para um envelhecimento bem-sucedido, com bases nos princípios e valores escriturísticos frente à velhice. Partindo do conceito de saúde da OMS, onde se estabelece que a adaptação social é o parâmetro mais relevante para saúde,  e da descoberta de que o modelo sociocultural atual no Brasil – isto inclui a igreja – está adaptado para a brevidade da vida, percebe-se a necessidade  de uma urgente mudança de mentalidade frente a velhice que possibilite contornos positivos ao envelhecimento humano. A posição de respeito e honra para com os idosos nas comunidades bíblicas, e as orientações escriturísticas em definir o papel social do idoso, bem como a importância dos contatos intergeracionais para o equilíbrio social de todas as gerações, remete a uma compatibilidade entre cultura bíblica e envelhecimento populacional. Assim, a igreja evangélica brasileira, ainda que despercebida do fenômeno demográfico, é uma entidade detentora dos valores sociais necessários para um acolhimento social positivo dos senescentes. Dessa forma, esta pesquisa sugere que um retorno às Escrituras Sagradas com o objetivo de resgatar os valores socioculturais bíblicos na velhice que é  base para um envelhecimento bem-sucedido.

e-mail: sara.esilva@hotmail.com veja imagens da defesa – clique aqui